GOGO POWER… WTF???????

Posted in Uncategorized on October 7, 2009 by hateseagulls

Faltam exatos 22 minutos para Gilmore Girls começar, e a parte 3 de Rei Leão tá de TPM e não quer carregar, e o Red Tube tá travando aqui, então lembrei que ninguém lê (ou posta, bora lá) nessa joça mesmo, e cá estou, pelo simples e mais que suficiente fato de não ter mais nada pra fazer FALO MERMO.

Existem coisas, e existem coisas que me irritam. Ok, na verdade existem coisas que me irritam, coisas que me fazem explodir um prédio com meu olhar 43, e coisas que você nem pode imaginar o que causam em mim tamanha a malevicidade (?) do esquema.

Macho bonita com mulé feia me irrita paporra. Olha, gatinha com nerd canhão até entendo, porquê francamente é uma questão de PROBABILIDADE. Quer entender? Vamos colocar assim: Não que eu queira ofender ninguém (o que na real não me importo em fazer mas ok), mas para cada 10 mulheres bonitas ou minimamente pegáveis, existe 1 homem respectivo, ou quem sabe até 2, se você contar uma cervejinha de bônus. Não, não tou dizendo que só tem macho feio no mundo, mas… tipo, quase por aí, sabe? Mas relaxa bródi, nois ta nas vantagi, admito. Quando acordamos com aquela cara de massa crua de bolo (E sim, todas acordamos assim, o contrário é lenda, MAL AE.), não é nada que aquela base ssshhooowww, aquele pozinho básico (o facial, não a coca [bom, pode funcionar também]) e mais *insira aqui outros 537 cosméticos* não deem AQUELE jeito. Mas e vocês, macacada? O que podem fazer além de…tipo…lavar a cara…?! Enfim, compreensível e penoso, porém imutável. E VOLTANDO AO ASSUNTO QUE NEM SEI QUAL ERA ah sim. Então com isso, as mulheres praticamente já nascem com o dom de prestar atenção em ~outras coisas~, e achar qualquer cara (ou ao menos a maioria) mó ~bonitinho~, então como não tem para todas, há sempre uma GRANDE concorrência pelo mais cocoto, e por aí você entende porquê fico PUTA quando vejo aquela capa de revista gay andando por aí ao lado de uma… coisa. Sabe? Não é nem inveja, juro, é mais uma indignação com a sociedade em geral, e sobre como aquilo vai contra t… zzzzzz. Enfim.

Hum, 9 minutos. Ok, concentra. Incrível como dizer ‘concentra’ nunca ajuda e você sempre fica pensando em 300 maneiras de se concentrar o que sempre resulta em desvaneios bizarros sobre qual seria a cor do seu berço e OK 7 MINUTOS OK.

Coisas maneiras jogadas pela casa me irritam em um nível incondicional. Eu, como fuçadora oficial, prezo bem minha posição de persona non-grata em casas alheias e xereto tudo, e mesmo com todas as coisas SUPER COOL que já achei jogadas, NADA me indigna mais que achar ~VIDEO-GAMES~ por aí. Olha, não é nem por ser nerd ou coisassim, MAS CARA, É UM VÍDEO-GAME! ALÔ-Ô! se-não-quer-mim-dá-ok. O primeiro que eu achei foi na casa da minha amiga, ela me mandou procurar o algumacoisafelpuda que tinha caído atrás do sofá e enquanto eu escavava distraidamente nas tralhas de mil novescentos e bolinha, TCHARAM PS2. Gente. Gente. Geeeeeeeeeeeeeente. Não admito que considerem humana alguém que simplesmente JOGA um PS2 atrás do SOFÁ junto com as outras TRALHAS sem nem mesmo considerar os SENTIMENTOS do console. Claro que dei aquele gritinho afetado e quase fui expulsa da casa de tanto berrar, mas eu tive meus motivos! E ok, tava quebrado, MAS SEI LÁ MEW, PÕE PRA EXPOSIÇÃO, altarzinho e tudo, sei lá!

A outra vez foi na casa do meu ex, quando ao ir atrás de algumacoisaseilá na área de serviço, penso que OLHA, MONTES DE LENÇÓIS E COISAS FOFAS BÓ PULÁ (favor ignorar a retardadice) e lá estou eu SUPER me divertindo quando CRAAAAAAC. ok. crac. nenhum crac é bom. NENHUM. talvez o de bolachas quebrando, mas tirando esse, NENHUM MES e takeopariu tá começando volto já.

Voltei. Eu me pergunto se deveria criar algum parágrafo em minha defesa dissertando sobre porquê DIABOS eu vejo Gilmore Girls e tal, mas véééééi… pensa que eu podia gostar de RBD. Tipo, pode sempre ser pior, sabe? Pensa nisso. E porra, as tiradas da Lorelai são geniais, é uma das únicas séries que consegue tornar algo como riquinha-de-16-anos-engravida-e-foge-de-casa em algo MANEIRO. E véi, pera, concentra. AH SIM.

Nenhum crac é bom. Aquele crac em questão, não era bom. Levanto os lençóis e o que vejo me faz parar de respirar por tempo demais.

Um Gameboy Advanced. Verde e brilhante, novinho. Bom, quase, já que agora tá meio que com uma rachadura tensíssima graças à meus épicos quadris pulantes. Saio corrento segurando o grito, olho para ele e pergunto o mais inocentemente possível:

– Amoooor, você por acaso esqueceu um gameboy na área de serviço heeeeein?

Meu ex-macho, com o alarme mental do EPA TEM ALGO ERRADO NESSA PORRA graças à minha viadagem excessiva na pergunta, diz logo:

– …Sei lá, pode ter sido. O que foi que houve…?!

– ehuasuquedjadbabreiakbsajbs

– quié?

– euhuaquebhahabreihihi

– FALA PRA FORA

– EU QUEBREI PORRA DESCULPA DESCULPA EU NÃO VI TAVA LÁ E EU EU

– Ah. Tá. Ok, deixa lá, a empregada joga fora depois.

. . .


E entendam, senhores, que eu não uso ‘. . .’ por motivos fúteis. Se usei ‘. . .’, foi porquê o momento realmente MERECEU um ‘. . .’ porquê era assim que eu me sentia, como 3 pontinhos consecutivos num abismo sem fim. Eu não sabia o que dizer até que me toquei de uma coisa que me atingiu como loira em liquidação de tinta capilar.

Ele tinha deixado um Gameboy Advanced novinho jogado com a roupa suja que em breve iria pra uma máquina de lavar impiedosa E NÃO BASTANDO havia também lidado com uma frieza imperdoável com o fato de que uma guriazinha qualquer e seu quadril mutante haviam DESFIGURADO aquela peça de arte e…

Creio que não preciso falar sobre como graças a isso discutimos a relação por 3 horas, porquê sim, eu ignoro coisas como discutir pelo outro falar ‘vlw ae champz’ quando um diz ‘eu te amo’, mas faço barraco quando alguém neglengicia um GBA, eae, algum problema? Foi o que pensei.

Véi, eu ia começar essa merda falando de Power Rangers e sei lá como, cheguei aqui. Foda-se, eu não teria mesmo como explicar o porquê de estar assistindo Discovery Kids às 7h da matina, então whatever.

Taís.

Posted in Uncategorized on May 5, 2009 by hateseagulls

Taís O. — diz:
**lendo o post*
*Dizaí miga, SER PARANÓICA É DIVERTIDO?
­­ lolita is so girly. diz:
*é sim
(bah)’Taís O. — diz:
*Nós aqui desesperadas fungindo das feijoadas, e o Obama na poltrona de ouro rindo com cara de Paola Bracho
*”Haha, mas que míseros humanos ignóbeis!”
­­ lolita is so girly. diz:
*sim HIOEIAHAEHOI

Atoron teorias da conspiração, da Jess principalmente. Ninguém tá nem aí pra piadinha do Obama não, ou pelo menos não nós brasileiros. Se o Lula já disse todo orgulhoso que ”estavam cavando tão fundo que já já encontrariam um japonês morto na broca e teriam problemas internacionais” e ninguém nem bocejou, acha mesmo que vão ligar prusgringo? Puff. Pra brasileiro é assim mesmo: Negro, nordestino, analfabeto, dá tudo no mesmo, o que minimiza a desgraça é que o outro lá fala ingrês.

Mas venho aqui defender nossa querida terrinha verde e amarela, porque afinal não é só de prostituta e Rocinha que o Brasil é feito não meu povo (Juro que tem mais que isso. JURO.).

Admito que bate deprê quando o Jornal Nacional mostra o México em pânico, aeroportos congestionados, galera mascarada e se trancando em casa no auge do desespero! E nós aqui, na nossa vidinha chata, com nossas vidinhas normais e chatas, amaldiçoando aquele maldito casal vindo da Espanha que no final de tudo não tinha nada além de uma virosezinha. Hmpf.

Porém, acho que esquecemos da nossa chapa, que por tanto tempo nos apavorou e emocionou: DENGUE. Gente, oi, em todos os meus inúteis anos de vida eu nunca havia visto uma epidemia tão maneira quanto a do ano passado. Começou com um casinho aqui e acolá, e todo mundo com cara de ”Grandesmerdas”, e do nada tinha gente gritando no meio da rua, livros sendo queimados, prefeituras derrubadas, estudantes invadindo o congresso, e…! Ok, talvez não tivesse tudo isso, mas foi divertido mesmo assim. Qualquer espirrozinho, qualquer mínimo suspiro de cansaço e pronto, a poça que sobrava na tampinha da pasta de dente era a culpada: Havia ali uma família toda de Aedes, indo do sogrão à ameba de estimação. Mas aí depois de uns meses acabou dando no saco e ninguém mais aguentava a pressão, porque brasileiro é assim mesmo, chega uma hora em que a barra começa a pesar pro seu lado (ou no caso, da sua família/amigos/cara que tá te devendo) e pronto, enjoa, não quer mais não. Aí do nada, puff. Perdeu o destaque. Então é inútil reclamar que as epidemias maneiras não chegam aqui: Quando as coitadas chegam, já não queremos mais. Coisa de nação mimadinha, sacomé.

Aliás, outra coisa que já tá midando abuso: NÃO, SERES INFERIORES, VOCÊS NÃO PEGAM GRIPE SUÍNA COMENDO PORCO. A menos que seja carne CRUA pingando o sangue e com músculos saltando, mas se você realmente fizer o tipo que come ISSO, então faça-me o favor e contraia não só uma gripe, como também uma Tênia de 30m. Por favor.

Bônus:

Nada mais digno.

Taís

Gripe suín..ATCHIM.. H1N..cof cof

Posted in Estresse, Papo sério on May 4, 2009 by Jess

E então surge um novo virus TENSO de gripe. Que segundo os jornais se chamava Gripe Suína, e mudou pra H1N1 porque comer bacon não dá gripe em ninguém.
Isso assustou 90% da população mundial que tem TV em suas humildes casas, já que o virus brotou do inferno e já tem não sei quantos casos NÃO confirmados e não sei quantas mortes por causa de… gripes normais e outras doenças? Como assim?
Pra mim, isso é um grande golpe pra população se distrair com algo. Não consigo engolir o fato dessa gente que eu nunca vou ver na vida morrer por causa de uma gripe tensa que ninguém sabe se realmente existe.
Os jornais falam que teve mais de 600 casos confirmados no mundo inteiro. Mas desses mais de 600 casos confirmados, só foram 26 mortes. Sim, vinte e seis.
Mas e aí? Pra quê tanto mimimi com isso? Pra todo mundo esquecer as piadas ácidas do Obama? Ou pra todo mundo esquecer da farra da câmara? *Baixa espirito solidário*
Ai gente, parece até que é o Cloverfield ou sei lá o que. Até que provem o contrário, é só uma gripe. Que por acaso existe desde 1930 em porquinhos bonitinhos como o baby.

México tá parecendo um cenário de filme pós-apocalipse. Sabe o que isso quer dizer? SABE O QUE ISSO QUER DIZER??? Pois é! Nada de nachos!

paris

Aqui em Brasília, agora brotou um caso suspeito. Mas eu aposto cem milhões de dólares e o meu namorado que é só dengue. Porque os sintomas são os mesmos. E não tem porcos nem mexicanos circulando nas ruas. Fora que brasileiro é afobado e se sente mal pelas epidemias nunca chegarem aqui. Vide a gripe aviária, a peste negra, desastres naturais e tudo que acontece LÁ mas não acontece AQUI nem com urucumbaca tensa. Eu espero que seja só mais um golpe do governo + Imprensa para distrair a população mundial e projetar uma máquina do tempo sem ninguém ficar sabendo.

Estréia de Star Trek é cancelada no méxico por causa da Gripe.

spok

Jess.

Posted in Estresse on March 9, 2009 by hateseagulls

– Alô? Koda?

– Quem é?

– Sua consciência.

– Ah, oi Taís.

– Sair. Bora. Onde?

– Bora ver o filme do Watchmen!

– Tá, e depois?

– Depois… a gente fica por lá…

– Por lá ONDE?

– No shopping ué.

– Não.

– Não?

NÃO!

– Não?

– NÃO PORRA!

– Mas por quê tia?

– PORQUE-EU-NÃO-SUPORTO-MAIS-SHOPPING

– Mas lá é legal tia, tem várias coisas pra fa…

– NÃO, NÃO TEM. SÃO SEMPRE AS MESMAS VELHAS CAQUÉTICAS, AS MESMAS PRÉ-ADOLESCENTES DE MINI-SAIA, O MESMO MCDONALDS, OS MESMOS GARÇONS ENFIANDO CARDÁPIO NA NOSSA CARA!

– Mas eu gosto de Mc Donalds.

Morra. Não. E, amanhã é sábado, dia de emo.

–  Porra, fodeu, é mermo. Tá, então bora jantar.

– Jantar?

– É, jantar, amanhã.

– Véi, saca só: Tu me chama pra jantar, numa sexta. Tu me chama pra jantar, num domingo. Num sábado, O ÚNICO MOTIVO RAZOÁVEL PRA ME CHAMAR PRA JANTAR É SE SUAS TRIPAS FOREM O PRATO PRINCIPAL!

– Tá de TPM tia?

Vai se foder.

– Tá, mas e aí? Pera, tive idéia, liga pro Léo e pergunta.

– Beleza, vou fazer conferência. *disca* Alô?

– Barneeeey?

Não Sarah, é a Taís, passa pro Léo por favor.

– MAS O BARNEY VAI MILIGÁ

– Ahan, ok, mas passa pro Léo.

– O BARNEY VAI ME LIGAAAAAA-AAAA-AAAAAAR

– PASSA PRA PORRA DO TEU IRMÃO.

– NAAAAAAAAAAUM

– Oi, Sarah, aqui é o Barney. E aí, tudencima?

– BARNEEEEEEY, CE LIGOU

– Liguei sim, e vou te levar pra passear, mas preciso falar com seu irmão antes, passa pra ele, tá? hohoho.

– Tá bom Barney ❤

– Puta merda hein.

– Taís, nunca seja mãe.

– Alô…?

– DIZ AE VIADIM

– Quê, Koda? SARAH, É O KODA, QUE PORRA DE BARNEY QUE TU DISSE???? *berros ao fundo*

Sim, Léo, viado. Prestenção.

– TAÍS? Sua satã, de onde tu veio?

– Da cama sua mãe, agora ouve: VAMO PRA ONDE AMANHÃ?

– Ah, bora pro shopping, a gente não sempre vai?

– AHÁ.

…morram. Não. Não. NÃO. TODO final de semana a gente vai praporra daquele shopping. NÃO, CANSEI. CANSEI. Pensa em outra coisa aí, ANDA.

– Hã, err, hum. PRONTO, JÁ SEI!

– O QUÊ???

– JANTAR!

– AHEUAHEAUEH EU DISSE

– DJKDNSLN,AFNAF,NF,AFNFANNVÃO SE FODER. Não. NÃO. Cansei de sair ou pra ver pré-adolescentes de mini-saia ou pra comer, CANSEI.

– Mas comer é bom.

– E pré-adolescentes de mini-saia também.

– É… Digo, não. VOCÊS NÃO TÊM VERGONHA NA CARA NÃO??

– Francamente?

– KODA, LÉO,  NÓS TEMOS 17 ANOS! DE-ZES-SE-TE ANOS! COM ESSA IDADE DEVERÍAMOS ESTAR, SEI LÁ, FUMANDO MACONHA, FAZENDO ABORTOS OU ROUBANDO O CARRO DO PAI, E NÃO INDO PRA SHOPPINGZINHO OU COMER PIZZA! ACORDEM!

– …

– … humilhou.

– Faz assim. Vai ter uma pseudo-rave lá no Fafí, aquela boate na Avenida. Eles tão pouco se fodendo pra idade, a gente entra de boa !

É, e podemos dançar ao invés de só ficarmos sentados comendo…

– EXATO!

– E deve dar pra pedir uns coqueteis maneiros que tem lá…

– EXATO!

– E talvez dê para eu sair da seca…

– EX… Não, pera, não exagera né.

– Bitch.

– E depois podemos ir pra casa de alguém!

– É, pra cá, minha mãe tá viajando! E tem o supermercado do lado.

SIM, a gente pode comprar bebida e ver filme de terror, e depois…

– A gente sai pela rua fazendo merda e gritando o apocalipse!

– Sim, e podemos chamar a galera que mora aí perto também!

SIM! SIM! SIM!

– Porra, vai ser tão massa!

– Ahan, então tá marcado??

– Pode crer.

– Certeza!

Conclusão: No sábado, fomos jantar pizza. No shopping.

Big tits.

Posted in Futilidades, Papo de mulher, Papo sério on March 2, 2009 by Jess

O sonho de todas as da maioria das mulheres é ter peitos enormes. Mas elas estão pensando em quem ao querer isso? Em si mesmas? Nas outras mulheres? Ou nos membros do sexo oposto?

Vejamos, mulheres peitudas e famosas. Consideradas ícones da sensualidade…

carmen_electrapamela_andersonjenna_jameson

Os peitos maiores que o normal, são resultados de implantes de silicone. A cirurgia é sonho de muita brasileira por aí, mas será que vale mesmo a pena?
As chances da cirurgia não dar certo são mínimas, dependendo de onde você vai e coisa e tal. Mas você pode fazer partes das estatísticas, e isso não é algo que você controla.

Além de Pamela Anderson, Carmen Electra e Jenna Jameson, tem a Sheyla Hershey. Que entrou para o guiness, como mulher mais peituda do mundo. Você já deve ter visto ela na televisão, e ela é bem famosa nos estados unidos. E de fato, um doce de mulher. Mas ela é escrotamente exagerada, o que deixou ela com Airbags consideravelmente desconfortantes e sufocadores. sheyla_hershey

Mas então, quantos litros são o suficiente pra você se sentir bem?

N+1 motivos para matar sua família.

Posted in Uncategorized on February 23, 2009 by taisotohime

É decerto que existem mitos muito famosos. Manga com leite mata, passar embaixo de escadas dá azar, as mulheres vieram de uma costela, etc. Mas nenhum, NENHUM mito é mais famoso que o ”Amor de família é eterno e incondicional.”.

Por quê não é porra. NÃO É.  Famílias não passam de uma galera criada na mesma casa que cresce, copula e se divorcia, e que odeiam uns aos outros mas ainda assim se obrigam a conviver, pois têm o mesmo sangue. Sangue de cu é rola. DE-CU-É-ROLA.

Desista meu querido. Aquele viado roubou tua namorada no 3º ano, bateu teu carro em 1991 e nunca te pagou o empréstimo feito ”só enquanto as coisas melhoram”, então não, NÃO importa se ele é seu irmão, você NÃO o ama. Para ser sincera, você quer mais é que ele se enfie num buraco e morra, e você sabe bem disso, não negue.

Ah, mas você ama seu vôzinho? Você se refere àquele velho surdo que só serve para pagar a conta, arcar com as multas dos teus pais e ficar olhando para o horizonte enquanto o resto da família se devora durante a festa? Tem razão, apegue-se à ele, pelo menos a única dor que este lhe fornecerá será a de garganta, após você ter de gritar ”ESTÁ A HORA DO REMÉDIO DO SENHOR” pela 7ª vez.

E não é simplesmente encantador como suas tias/primas distantes são pessoas de bem? Não só estão completamente sintonizadas com Deus, Jesus, o Pajé ou o diabo que for, como fazem questão de deixar isso claro, sempre puxando seu braço e lhe obrigando a ouvi-las testemunhar como o culto salvou suas vidas, e como guardar os domingos vai salvar a SUA TAMBÉM. Já que claro, você usar roupas pretas, jeans, correntes e tingir o cabelo deixa MAIS QUE ÓBVIO que você precisa ser salva (exclusivamente a Wellaton Loiro Escuro que elas usam para cobrir as raízes brancas não estão incluídas na seção ‘oferendas ao diabo’). E claro, se você se desvia educadamente afirmando preferir não discutir essas coisas, elas tomam isso como a maior falta de respeito da face da Terra  e correm a falar à toda a família sobre como você é uma herege ignorante. Simplesmente épico.

E os primos. OS PRIMOS! Excelentes vendedores, que sempre que você precisa, e principalmente NÃO precisa de algo, se jogam com tudo oferecendo-lhe verdadeiros MILAGRES DA MEDICINA MODERNA, também conhecidos como Avon ou Herbalife, com algumas poucas variações. E claro, há também os primos ‘populares’, pessoas simpáticas com contatos em todos os lugares, incluindo traficantes, governadores corruptos e funcionários do DETRAN, sempre dispostos a lhe dar uma ‘mãozinha.’

Enfim. Já dizia o sábio: Família só serve bêbada. É quando seus irmãos se pegam na porrada, sua avó canta É O Tchan no karaokê, e 5 a cada 5 primos confessam uma paixão platônica desde a infância por *insira o nome do parente distante aqui.*. Ou quando você mesma aproveita para dar uns pegas no enteado gostoso de alguém, enfim.

P.S: Primos/tios de 5º grau comentando como você cresceu não foram citados por já terem se tornado tão frequentes quanto alguém levando o novo pincher gasguito que comprou achando que todos irão achá-lo um poço de fofura enquanto na verdade só querem afogá-lo o mais rápido possível.

P.S²: Relatos baseados em fatos reais.